Nenhum compromisso
Receba em seu email nossas publicações.
Nome:
E-mail:
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras
O MENSAGEIRO DA GLÓRIA | 20/06/2019

Edição Jun-Jul de 2019

Tríduo do Dízimo busca sensibilizar os fiéis com bom humor




A cada ano, no mês de junho, a Pastoral do Dízimo realiza um Tríduo com o objetivo de sensibilizar os fiéis para a importância do dízimo na vida da comunidade, viabilizando toda a ação pastoral de nossa Igreja. Nos dias 8 e 9 de junho, o Tríduo aconteceu nas comunidades Nossa Senhora da Fátima (Cambeba), Nossa Senhora das Graças (Lago Jacarey) e Nossa Senhora de Lourdes (Parque Del Sol); e nos dias 15 e 16 de junho, em todas as missas da Igreja matriz.

O Tríduo foi marcado pela apresentação de uma peça teatral, que refletiu sobre as dimensões do dízimo com boas doses de humor. O diálogo iniciado entre Filó e seu marido Chiquinho chamou a atenção de todos que participaram das celebrações. Quando Filó sai de cena dizendo que vai rezar para o marido se converter, Chiquinho acaba cochilando. Neste momento, um anjo lhe aparece em sonho e busca conscientizá-lo sobre a importância e necessidade da partilha através do Dízimo.

:: Confira a apresentação da peça no canal do YouTube da Paróquia: www.youtube.com/mensageirodagloria

Gratidão e amor à missão

Refletir sobre o Dízimo é importante. Em momentos de crise, como o que passamos atualmente, muitos fiéis deixam de devolver o Dízimo por não poderem arcar com o valor que costumavam. “Dê cada um conforme as suas possibilidades e seu coração. Deus ama o que dá com alegria”, destaca o nosso pároco, Pe. Francisco de Assis Filho, citando 2 Coríntios 9,7. “Devolver o dízimo é uma forma de agradecer a Deus por todas as bênçãos que Ele derrama sobre nós. Não é dar aquilo que nos sobra, e sim, de forma consciente, abraçar a missão da nossa Igreja”, completa.

Na nossa Paróquia, uma novidade: já estão disponíveis máquinas de cartão de débito para facilitar a devolução do dízimo por parte dos fiéis.

As dimensões do Dízimo

Existem quatro dimensões do Dízimo. Vamos conhecer um pouquinho de cada uma delas?

1. Dimensão religiosa: “Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos” (Jo 15,13)
A primeira dimensão do dízimo é a RELIGIOSA: tem a ver com a relação do cristão com Deus. Contribuindo com parte de seus bens, o fiel cultiva e aprofunda sua relação com aquele de quem provém tudo o que ele é e tudo o que ele tem, e expressa, na gratidão, sua fé e sua conversão. Essa dimensão, tratando da relação com Deus, insere o dízimo no âmbito da espiritualidade cristã. A partir da relação com Deus, a relação com os bens materiais e com seu correto uso, à luz da fé ganha novo significado (Lc 12,15-21; 1Tm 6,17-19).

2. Dimensão Caritativa: “Tive fome e me deste de comer” (Mt 25,35)
O dízimo tem ainda uma dimensão CARITATIVA, que se manifesta no cuidado com os pobres, por parte da comunidade. A atenção com os pobres e suas necessidades é uma característica da Igreja Apostólica.

3. Dimensão missionária: “Pregai o evangelho a todos” (Mc 16,15)
O dízimo tem uma dimensão MISSIONÁRIA. O fiel, corresponsável por sua comunidade, toma consciência de que há muitas comunidades que não conseguem prover suas necessidades com os próprios recursos. Dessa forma, o dízimo permite a partilha de recursos dentre elas, manifestando a comunhão que há no seio da Igreja.

4. Dimensão Eclesial: “O Zelo por tua casa me consome” (Jo 2,17)
O dízimo também tem uma dimensão ECLESIAL. Com o dízimo o fiel vivencia sua consciência de ser membro da Igreja, pela qual é corresponsável, contribuindo para que a comunidade disponha do necessário para realizar o culto divino e para desenvolver sua missão.


Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras
  Paróquia Nossa Senhora da Glória - Arquidiocese de Fortaleza
Av. Oliveira Paiva, 905 - Cidade dos Funcionários - Fortaleza-CE - CEP 60.822-130  |  Telefone: (85) 3279-4500
www.igenio.com.br